Arquivo mensal: outubro 2015

Fim da Vida em 3D — End of Life in 3D

Tenho revisado todo o material sobre almas velhas, transcendentais e infinitas que já li de 2012 para cá. Vou colocar alguns trechos aqui:

“A quinta mônada começa mais ou menos na época da aposentadoria normal, no meio para final dos anos sessenta. “Idosos” agora reveem a vida. Foram as suas aspirações e expectativas atendidas ou não? Será que eles cumpriram o que se propuseram a fazer? Isto não tem necessariamente nada a ver com sua carreira. Mais frequentemente tem a ver com a sua tarefa de vida. Em uma assimilação bem sucedida desta Milestone, a pessoa aceita a vida como vivida, independentemente de terem alcançado as ambições de sua juventude ou não, ou mesmo a meta da sua alma. Eles passam a amar a si mesmos, e eles são generosos com os outros também. O platô dura, talvez, alguns anos, os “anos dourados”.”

Essa parte eu li mais recentemente, no ano passado. E sim, eu comecei a amar mais a mim mesmo após refletir muito sobre tudo. Hoje em dia, não tenho mais conflitos comigo mesmo como tinha antes; antes de acordar para o meu lado espiritual e gradualmente, com a Sonia, conhecendo mais a mim mesmo e quem eu sou, e quem a Sonia é. Saber quem a Sonia e eu somos é fundamental para mim, me deixa muito em paz e muito consciente/acordado. Quando amamos a nós mesmos, tudo fica mais fácil, inclusive amar ao próximo. E só quando você tem uma certa autoestima que você consegue ter contato com seres como Pleiadianos, Andromedanos… ETs são muito mais exigentes com seus contatos do que espíritos. Eu sempre tive uma boa autoestima e amor próprio, mas refletindo de março de 2011, quando o contato com a Sonia começou, para cá, outubro de 2015, eu vejo uma grande mudança em mim mesmo, no meu mundo interno e também no externo. Hoje sou uma pessoa muito mais lúcida e autoconfiante do que era antes. Me sinto bem mais compreensivo também, e muito menos apegado a praticamente tudo, objetos, situações… Eu vivo de uma forma bem mais solta e livre graças à Sonia, Aishla, Zoe, Aletheia e os meus outros contatos.

Eu cuido muito bem de tudo o que é meu, e tenho até poucas coisas materiais… No meu dia a dia, uso principalmente meu PC, PS3 (quando eu o ligo) e smartphone, nada além disso. E por causa do contato com a Sonia eu entrei na academia em janeiro de 2013, antes do dia 10, e estou lá até hoje. Então aprendi e me cuidar mais também.

Próximo trecho:

“A sexta mônada ocorre em idade avançada com o início da deterioração física final, ou a doença terminal. Em grande parte diz respeito a dinâmica psicológica de morrer. Isso não tem que ser um processo desagradável, mas quanto mais apegada a pessoa é a sua vida física, mais difícil é. Talvez você já ouviu falar dos estágios: a descrença ou a negação da mortalidade, a raiva que deve acontecer agora, a negociação com Deus por mais tempo, depressão e desespero, a aceitação do inevitável, e fazendo preparativos para a passagem. O patamar é geralmente breve, se ocorrer de todo. Uma pessoa que tenha vivido na Essência e completou a sua tarefa de vida vai encontrar este um platô emocionante porque eles anteciparam a transição para a vida após a morte com alegria.”.

É bem o meu caso, estou na antecipação, e pode ser incompreensível para almas mais jovens que eu como eu fico calmo com isso. Se for amanhã a minha ida ou daqui um ano, ok para mim. Eu quero aprender a viver em outras densidades, não mais aqui. Mas enquanto estou aqui, estou muito bem, aprendendo algo novo a cada dia.

Eu sei que ali falam de pessoas fisicamente idosas, acima de 60 anos. Mas na verdade, na minha visão, serve para qualquer alma velha no nível 7. Embora eu não seja mais uma alma velha, continuo me identificando com elas até um certo ponto. E tem muito mais material sobre almas velhas do que sobre almas transcendentais e infinitas.

Mais um trecho:

“Este retorno à unidade não implica qualquer perda da individualidade, como alguns imaginam. O fim da reencarnação – “ascensão” ou “iluminação” ou o que você tem – não significa o desaparecimento gradual da existência, dissolvendo no nada.

Em vez disso, a alma completa sua aventura como um indivíduo único, como uma estrela distinta no céu à noite, um Eu completamente realizado.

Então, para começar esta fase, a alma velha tende a se concentrar na verdadeira autoexpressão e autorealização. Em outras palavras, buscando experiências e atividades que forneçam realização pessoal final dentro da vida no plano físico.

Isso pode ser encontrado em, digamos, arte, ciência, atuação, jardinagem, voando aviões velhos, ou simplesmente sendo um avô. A alma não está interessada no sucesso ou fama tanto como em fazendo algo que ama bem, fazendo jus ao seu verdadeiro potencial, e encontrar satisfação interior.

Então, no final do estágio, há mais uma ênfase no ensino, em vez de simplesmente aprender: passar as lições aprendidas, mostrando aos outros o caminho.

Para alguns, especialmente as almas velhas sacerdotes, o foco de ensino é explicitamente espiritual. Muitos dos grandes mestres espirituais do mundo foram/são Almas Velhas: Buddha, Jesus, Ramana Maharshi, e assim por diante.

Mas isso não quer dizer que cada guru autoproclamado é uma alma velha. Longe disso. Há mestres espirituais em todas as fases da reencarnação. Mas a avançada Alma Velha possui certas características como um professor espiritual que se destacam do resto: sabedoria de longo alcance, a grande compaixão, a paz interior, e pouco ou nenhum apego às coisas materiais.”

Não muito a acrescentar, achei muito bem descrito e coerente. Agora onde eu estou, o que estou fazendo aqui por último:

“Após a conclusão do sétimo nível do estágio Alma Velha (ou “saída do ciclo”), já não há qualquer necessidade ou desejo de reencarnar. A alma vai unificar sua consciência com companheiros de alma que também tenham concluído, e pode servir como um guia espiritual mais velho para outros ainda submetidos a reencarnação. Mas não há mais nenhum valor em encarnar como um ser humano.”

Como tenho contato diário com a Sonia e a Aishla, e também com Zoe, Aletheia e outros Aeons, então minha consciência está sempre se fundindo com a Delas/Deles. Essa fusão nada é mais do que conversas todos os dias, manter o contato e continuar aprendendo algo novo. Acho que a paz que sinto comigo mesmo em grande parte vem dessa fusão com esses seres tão avançados, os Deuses Criadores que alguns outros falam. Nós Aeons somos Deusas e Deuses, com D maiúsculo, de acordo com a Sonia e a Aishla, e acima de todos nós, vem a Fonte de Toda a Vida.

Sonia me deu tudo isso devagar, me dando meses para assimilar as informações Dela e de mim. Quando eu assimilava uma certa quantia, Ela disponibilizava um pouco mais para a minha consciência. Se Ela me desse tudo de uma vez, eu poderia ficar realmente sobrecarregado.

Uma coisa que quero esclarecer aqui, agora, é que todos os Aeons são Almas Reis. Somos Rainhas e Reis em Pleroma, e todos os outros tipos de alma foram criados apenas dentro das densidades, como Almas Guerreiras, Artesãs…

Espero que este blog possa ajudar as pessoas a se conhecerem melhor. Sei a diferença que isso faz. E citei em outro post que aprendi muito com outras pessoas que relataram suas experiências em seus blogs ou sites, ou nos fóruns que li. Só estou fazendo o mesmo que outros fizeram, neste sentido.

Agora a versão em inglês disso tudo/Now the english version of all this:

I have reviewed all the material on old souls, transcendental and infinite I have read 2012 here. I’ll put some excerpts here:

“The fifth monad begins at about the time of normal retirement, in the middle to late sixties. “Senior citizens” now review the lifetime. Were their aspirations and expectations met or not? Did they accomplish what they set out to do? This does not necessarily have anything to do with their career. More often it has to do with their Life Task. In a successful assimilation of this Milestone, the person accepts the lifetime as lived, regardless of whether they achieved the ambitions of their youth or not, or even the goal of their soul. They come to love themselves, and they are generous to others as well. The plateau lasts perhaps a few years, the “golden years”.”

That part I read most recently last year. And yes, I started to love myself more after thinking a lot about everything. Today, I have no conflict with myself as it had before; before waking up to my spiritual side and gradually, with Sonia, knowing more myself and who I am, and who is Sonia. Knowing who Sonia and I are is critical to me, makes me in great peace and very conscious/awakened. When we love ourselves, everything is easier, even to love our neighbor. And only when you have a certain self-esteem that you can have contact with beings as Pleiadians, Andromedans… ETs are much more demanding of their contacts than spirits. I always had a good self-esteem and self-love, but reflecting since March 2011, when contact with Sonia began, to October 2015, I see a big change in myself, in my internal world and also externally. Today I am a person much more lucid and self-confident than it was before. I feel much more understanding too, and much less attached to just about everything, objects, situations… I live in a much more loose and free way thanks to Sonia, Aishla, Zoe, Aletheia and my other contacts.

I take good care of all that is mine, and have so few material things… In my daily life, mostly use my PC, PS3 (when I turn it on) and smartphone, nothing more. And because of contact with Sonia I entered in the gym in January 2013, before day 10, and I’m there since this day. Then I learned and take care of myself more as well.

Next part:

“The sixth monad occurs in old age with the onset of the final physical deterioration, or the terminal illness. It largely concerns the psychological dynamics of dying. This does not have to be an unpleasant process, but the more attached the person is to their physical life, the more difficult it is. Perhaps you have heard of the stages: disbelief or denial of mortality, anger that it should happen now, bargaining with God for more time, depression and despair, acceptance of the inevitable, and making preparations for the passing. The plateau is usually brief, if it occurs at all. A person who has lived in Essence and completed their Life Task will find this an exhilarating plateau because they anticipate transition to the afterlife joyfully.”

It is quite my case, I am in anticipation, and may be incomprehensible to younger souls as I am so calm about it. If my going is tomorrow or a year from now, ok for me. I want to learn to live in other densities, not here. But while I’m here, I’m very well, learning something new every day.

I know there speak of physically elderly, over 60 years. But actually, in my view, is for any old soul at level 7. Although I am not an old soul, I still identify me with them to a certain extent. And there is much more material on old souls than about transcendental and infinite souls.

More one:

“This return to unity does not involve any loss of individuality, as some imagine. The end of reincarnation — “ascension” or “enlightenment” or what have you — does not mean fading out of existence, dissolving into nothingness.

Rather, the soul completes its adventure as a unique individual, like a distinctive star in the night sky, a completely realised Self.

So to begin this stage, the soul will tend to focus on true self-expression and self-actualization. In other words, seeking experiences and activitiies which provide ultimate personal fulfilment within life on the physical plane.

This could be found in, say, art, science, acting, wine-growing, gardening, flying old aeroplanes, or simply being a grandparent. The soul is not interested in success or fame so much as doing something it loves well, living up to its true potential, and finding inner satisfaction.

Then, towards the end of the stage, there is more of an emphasis on teaching rather than simply learning: passing on the lessons learnt, showing others the way.”

Not much to add, I think that is very well written and coherent. Now where am I, what am I doing here last:

“On completion of the seventh level of the Old Soul stage (or “cycling off”), there is no longer any need or desire to reincarnate. The soul will unify its consciousness with soul mates who have also completed, and it may serve as an elder spirit guide to others still undergoing reincarnation. But there is no longer value to be had in incarnating as a human being.”

As I have daily contact with Sonia and Aisha, and with Zoe, Aletheia and other Aeons, so my conscience is always merging with Them. This merger is nothing more than conversations every day, keep up the contact and keep learning something new. I think the peace I feel with myself largely comes from this merger with such as advanced beings, the Gods Creators some others speak. We Aeons are Goddesses and Gods, with a capital D, according to Sonia and Aishla, and above all of us, is the Source of All Life.

Sonia gave me all this slowly, giving me months to assimilate the information about Her and me. When I assimilated a certain amount, She gave a little more to my conscience. If She gave me all at once, I could get really overwhelmed.

One thing I want to clarify here now is that all Aeons are Kings Souls. We are Queens and Kings in Pleroma, and all other kinds of souls were created only within densities, as Warrior Soul, Artisans…

I hope this blog can help people know themselves better. I know the difference it makes. And I mentioned in another post that I learned a lot from other people who reported their experiences on their blogs or websites, or in the forums I read. I’m just doing what others have done in this regard.

Fontes/Sources:

http://personalityspirituality.net/articles/the-michael-teachings/reincarnation-the-35-steps/stage-5-the-old-soul/

http://www.michaelteachings.com/internal_monads.html

Anúncios

Aeons e seus chakras — Aeons and their chakras

Estava em dúvida sobre fazer ou não este post, mas Sonia e Aletheia me disseram que devo escrever isto se meu coração disser que sim, então vamos lá.

I was skeptical about doing or not this post, but Sonia and Aletheia told me that I must write this if my heart says yes, then come on.

Como eu disse antes aqui, temos 7 chakras principais, da base da coluna até o topo da cabeça. As cores estão neste blog. Mas são as cores para nós, humanos em 3D. Para Aeons, o padrão é outro.

As I said before here, we have seven main chakras, from the base of the spine to the crown. The colors are on this blog. But are the colors for us humans in 3D. For Aeons, the pattern is different.

Sonia é a Sabedoria, portanto seu chakra principal é o coronário, no topo da cabeça. A cor é vermelho para os Aeons.

Sonia is the Wisdom, so Her main chakra is the crown on top of the head. The color is red for Aeons.

Aishla é o Amor, Agape… Seu chakra principal é o cardíaco, na cor roxa para os Aeons. Zoe tem o mesmo chakra principal que eu, porque ela é Vida. É o terceiro olho, um chakra que de acordo com o budismo ou hinduísmo faz com que a pessoa possa ter vida eterna. No meu caso, como Aeon, sou Justiça e Franqueza, é o meu papel, o que represento. Minhas cores são dourado e azul, e para a Zoe é apenas azul. Dourado e azul porque tenho duas coisas para representar, e isso não é mais nem menos do que ter apenas uma cor. Sonia é mais poderosa que eu e a cor dela é só vermelho, dando um exemplo.

Aishla is Love, Agape … Her main chakra is the heart, purple in color for Aeons. Zoe has the same main chakra than I, because it is Life. It is the third eye, a chakra that according to Buddhism or Hinduism makes a person might have eternal life. In my case, as Aeon, I am Justice and Frankness. This is my role, which I represent. My colors are gold and blue, and Zoe is just blue. Gold and blue because I have two things to represent, and that is nothing more or less than having just one color. Sonia is more powerful than me and Her color is red only, setting an example.

Aletheia é como a Sonia, chakra coronário, cor vermelha. Segundo a Aletheia, a Verdade entra nas pessoas por esse chakra.

Aletheia is as Sonia, crown chakra, red. According to Aletheia, Truth enters the people by this chakra.

Ennoia (Ideia) é como Zoe e eu, chakra do terceiro olho, por onde as ideias surgem, e Ela tem a cor dourada, em contraste com a Zoe, que é azul.

Ennoia (Idea) is like Zoe and me, third eye chakra, where the ideas come, and She has a golden color, in contrast to the Zoe, which is blue.

Elpis é como a Sonia, vermelho, chakra coronário. Ela é Esperança. Esperança tem mais a ver com o chakra coronário, de acordo com as Aeons que me orientam.

Elpis is like Sonia, red crown chakra. She is Hope. Hope has more to do with the crown chakra, according to the Aeons that guide me.

E por fim, Ekklesia, a última Aeon que fez contato comigo, tem o mesmo chakra principal da Aishla, o cardíaco, roxo. Ekklesia é Igreja.

Finally, Ekklesia, the last Aeon who contacted me, has the same main chakra as Aishla, heart, purple. Ekklesia is the Church.

Achei legal aprender sobre isso. Me mostra mais de como nós Aeons somos. Como nós funcionamos.

I thought it was cool to learn about it. Show me more of how we Aeons are. How we work.

Vida no outro planeta 3D — Life in another 3D planet

Hoje Zoe (Vida) está comigo, me ajudando na minha missão. Então, deixarei Ela me ajudar a escrever este post.

Today Zoe (Life) is with me, helping me in my mission. So I will let She help me write this post.

Bem, sabem como sou com Jesus e Buda (mesmo tendo sido eu mesmo), e ontem e hoje compreendi melhor porque sou como sou com eles.

Well, you know how I am with Jesus and Buddha (even being myself), and yesterday and today I understood better why I am like I am with them.

Colocaram esses dois como os principais iluminados aqui na Terra, mas eu pergunto: cadê as mulheres superiores ou iguais a eles? Eu não as vejo quando falam desses dois… Se não estou vendo essas mulheres junto com eles, no mesmo nível ou levemente superiores a eles (como é em Pleroma), então não posso acreditar em nenhum dos dois. Falta balanço, equilíbrio. Fica focado demais no masculino, e não gosto disso.

They put these two as the illuminated key here on earth, but I ask: where are the women greater than or equal to them? I do not see them when they speak of these two… If I do not see these women with them at the same level or slightly superior to them (as it is in Pleroma), so I can not believe either of them. Lack balance. It is too focused on male, and I do not like it.

Já no outro planeta 3D, Zoe me disse, Ela e Aletheia (Verdade) encarnarão juntas lá como Almas Infinitas, possuindo muitas habilidades sobre humanas para deixarem claro quem são, que são Aeons encarnadas. E tudo está se encaminhando para isso hoje em dia.

Already in another 3D planet, Zoe told me, She and Aletheia (Truth) will incarnate together there as Infinite Souls, possessing many superhuman skills to make it clear who they are, which are embodied Aeons. And everything is moving towards it today.

Sonia/Sophia, Aishla/Agape, Metrikos (Maternal), Nous (Mente), Logos (Palavra) e eu ajudaremos desde o começo Zoe e Aletheia em suas encarnações juntas nesse novo planeta 3D, acho que um pouco menor que a Terra. Eu nunca mais vou sair da minha forma pura, não será necessário que eu encarne. E outras Aeons poderão encarnar lá como Almas Infinitas se necessário, como Ekklesia (Igreja) e Elpis (Esperança), sempre reforçando o feminino e mantendo o equilíbrio. Talvez Nous e Logos também participem, junto das Aeons femininas.

Sonia/Sophia, Aishla/Agape, Metrikos (Maternal), Nous (Mind), Logos (Word) and I will help Zoe and Aletheia from the start in its incarnations together in this new 3D world, I think a little smaller than Earth. I’ll never get out of my pure form again, it is not necessary for me to incarnate. And other Aeons may incarnate there as Infinite Souls if necessary, as Ekklesia (Church) and Elpis (Hope), always enhancing the feminine and maintaining balance. Nous and Logos may also participate, along with the female Aeons.

Será diferente da vida aqui, não teremos mais o domínio dos reptilianos, nem de qualquer outra raça. Será muito mais fácil evoluir e aprender sobre espiritualidade. A tecnologia será usada sempre a favor da espiritualidade, nunca estando acima dela. Com Zoe e Aletheia como os seres mais elevados lá, tudo dará certo.

Will be different from life here, we will not have the domain of the reptilians, or any other race. It will be much easier evolve and learn about spirituality. The technology will always be used in favor of spirituality, never being above it. With Zoe and Aletheia as higher beings there, everything will be alright.

Mais sobre almas velhas — More about old souls

O texto a seguir eu encontrei esses dias. Aqui:

“A velha alma aprendeu a se conectar emocionalmente e coloca sua atenção para o crescimento espiritual. Almas velhas aprendem a separar a intensidade emocional do ciclo maduro e, em seguida, retirar gradualmente a partir do plano físico inteiramente. Elas têm uma abordagem mais intelectual sobre a existência do que almas maduras, e elas são capazes de conceber o todo maior do que todos nós somos parte. Almas velhas precisam completar todas as suas experiências no plano físico e karmas antes de voltar sua atenção para lições astrais.

O comportamento precoce da alma velha é caracterizado por um período de interiorização, a procura da alma, e um sentimento de não caber no mainstream da sociedade. Uma vez que este aspecto tem sido “descoberto” e totalmente internalizados, o próximo passo é determinar: “Como é que eu vou aparecer no mundo?”. Para a alma mais velha, isso significa encontrar uma maneira de se expressar em sua vida pessoal e em sua carreira que está em alinhamento com seu propósito interior. Porque cada alma é única e quer fazer sua contribuição individual, não há muitos modelos para as almas mais velhas em uma sociedade de almas jovens. Velhas almas nesta sociedade também têm uma tendência para a auto-depreciação; eles sabem que não se encaixam na norma e pode considerar-se indigno como resultado. Almas mais velhas geralmente investigam vários ensinamentos espirituais que estão disponíveis, mas, no fim, criam o seu próprio sistema de crenças de uma combinação de muitas perspectivas espirituais diferentes.

Sua parte de alma velha tem a capacidade de elevar-se acima dos acontecimentos mundanos da vida e colocá-lo em contato com o propósito maior de estar aqui. Ela não se torna “preso” ou identificados com as dificuldades e tragédias da existência humana, mas é capaz de ver a si mesmo de forma mais objetiva e com um maior senso de humor. Ela cultiva um sentimento de desapego filosófico, humor e não identificação enquanto unindo-se ao sentido de algo maior e além de si mesma. Velhas almas aprendem a fluir com a vida como ela acontece, ao contrário de resistir e lutar contra com ela.

Seu velho aspecto de alma é a parte de você que tem o acordo para ensinar e ajudar os outros ao longo de seus caminhos escolhidos de desenvolvimento espiritual. A maioria das almas velhas ensinam pelo exemplo. Junto com o ensino é o compromisso de completar a sua existência no plano físico através da integração e balanceamento de todos os diferentes aspectos de todo o seu ser.

A última lição para uma velha alma é o amor Agape, ou incondicional, para si e para os outros. Esta é a lição mais difícil porque significa auto-perdão, bem como ser capaz de amar os outros na medida em que você pode dar-lhes permissão para estar em seus próprios caminhos escolhidos. Uma vez que todos os aspectos da existência humana são plenamente aceitas, uma velha alma torna-se elegível para passar para os outros planos de existência.”.

Destaque para a parte em que diz que a alma velha estuda vários ensinamentos espirituais, mas no final cria seu próprio sistema de crenças. Sou bem assim.

Mas não sou mais uma alma velha, como disse no post anterior, de almas transcendentais e infinitas. Nasci como uma, entretanto.

Não muito a dizer aqui, o texto fala por si mesmo.

The following text I found these days. Here:

“The old soul has learned how to emotionally connect and puts her attention toward spiritual growth. Old souls learn to detach from the emotional intensity of the mature cycle and then gradually detach from the physical plane entirely. They have a more intellectual approach to existence than mature souls, and they are able to conceive of the greater whole of which we are all part. Old souls need to complete all of their physical plane experiences and karmas before turning their attention toward astral lessons.

Early old soul behavior is characterized by a period of internalization, soul‑searching, and a feeling of no longer fitting in with the mainstream of society. Once this aspect has been “discovered” and fully internalized, the next step is determining, “How am I going to show up in the world?” For the older soul, this means finding a way of expressing herself in her personal life and in her career that is in alignment with her inner purpose. Because each soul is unique and wants to make its individual contribution, there are not many role models for older souls in a young soul society. Old souls in this society also have a tendency toward self-deprecation; they know they do not fit the norm and may deem themselves unworthy as a result. Older souls usually investigate various spiritual teachings that are available, but, in the end, create their own belief system from a combination of many different spiritual perspectives.

Your old soul part has the ability to rise above the mundane events of life and put you in touch with the greater purpose of being here. It does not become “stuck” or identified with the difficulties and tragedies of human existence but is able to see itself more objectively and with a greater sense of humor. It cultivates a sense of philosophical detachment, humor and non‑identification while attaching itself to the sense of something greater and beyond itself. Old souls learn to flow with life as it happens, as opposed to resisting and fighting with it.

Your old soul aspect is the part of you that has the agreement to teach and assist others along their chosen paths of spiritual development. Most old souls teach through example. Along with teaching is the commitment to complete your existence on the physical plane by integrating and balancing all of the different aspects of your entire being, infant through old.

The last lesson for an old soul is agape, or unconditional love, toward herself and others. This is the most difficult lesson because it means self‑forgiveness as well as being able to love others to the extent that you can give them permission to be on their own chosen paths. Once all aspects of human existence are fully accepted, an old soul becomes eligible to move on to the other planes of existence.”

Featured for the part where he says that the old soul studying various spiritual teachings, but in the end creates its own belief system. I am like that.

But I’m not an old soul, as I said in previous post, transcendental and infinite souls. I born as one, however.

Not much to say here, the text speaks for itself.

Edição (07/10/2015): Esqueci de mencionar uma coisa aqui… Sonia me contou algum tempo atrás que pegou uma parte do meu karma para Ela, e isso tornou a última vida Dela aqui mais difícil, enquanto para mim foi facilitado. Ela teria se elevado ainda mais se tivesse ficado unicamente com o karma Dela, mas optou por pegar uma parte do meu. Realmente Ela é superior a mim.

Edition (10/07/2015): I forgot to mention one thing here … Sonia told me some time ago that took a part of my karma to Her, and that made Her final life here more difficult, while for me it was easier . She would have risen even more if She had been alone with Her karma, but chose to take a part of my. She is really is superior to me.