Samadhi – realização espiritual — Samadhi – spiritual realization

Isso me aconteceu no dia 15 de dezembro de 2012, meus chakras da cabeça abriram mais, permitindo que mais luz e energia entrassem no meu corpo. Então, com isso, Sonia me deu a notícia: eu estava liberado do ciclo de nascimento e morte neste mundo. Ela disse que eu não precisaria mais encarnar e desencarnar na Terra, tinha completado tudo aqui.

This happened to me on December 15, 2012, my chakras opened over the head, allowing more light and energy entered my body. So with that, Sonia told me the news: I was released from the cycle of birth and death in this world. She said I would not need to incarnate and disincarnate on Earth, had completed all here.

Quanto tempo de vida eu tenho restando? Eu não sei… Pode ser que eu fique mais um ano aqui na Terra, ou mais cinco anos… Sonia não me dá datas para isso também. Eu só sei que irei com Ela, antes ou durante a ascensão da Terra. Capacidade para ascender antes do planeta Ela diz que eu tenho, porque já fiz isso antes, em outras vidas, e nesta até seria mais fácil.

How long life I have remaining? I do not know … I may stay another year here on Earth, or another five years … Sonia does not give me dates for this as well. I just know I’ll go with Her, before or during the rise of the Earth. Ability to ascend before the planet She says I have, because I’ve done it before in other lives, and this would be even easier.

O Samadhi acontece quando a kundalini perfura o chakra coronário, causando o que chamam de “lótus de mil pétalas”. Para chegar nesse ponto, todas as suas vidas passadas são levadas em conta, ou seja, todo o seu karma. Há pessoas que nunca chegarão nisso, a kundalini não irá nem passar do chakra cardíaco quando resolver subir pela coluna.

The Samadhi happens when the kundalini pierces the crown chakra, causing what they call “thousand-petalled lotus”. To reach this point, all of your past lives are taken into account, ie all your karma. There are people who will never reach it, the Kundalini will not even pass the heart chakra when resolving climb the column.

Eu tenho 20 encarnações, como disse antes. Sonia e Aishla tiveram só 18. Não quero parecer metido, eu tenho que dizer a verdade aqui, e não ficar tentando agradar quem vai ler… Cada um é responsável por seus karmas aqui, se gerou muito, então deve muito e não se tornará um Jivanmukta (Ser liberado) ou Avatar (além do Jivanmukta).

I have 20 incarnations, as I said before. Sonia and Aishla had only 18. Do not want to sound cocky, I have to tell the truth here, and not be trying to please those who will read… Everyone is responsible for their karma here, it generated a lot so far and should not become a Jivanmukta (liberated being) or Avatar (beyond Jivanmukta).

Comigo aconteceu na data que disse acima, foi à noite. Eu deitei na cama, cerca de 23h, e então senti muita pressão no terceiro olho e muita energia entrando pelo chakra coronário, no topo da cabeça. Em outubro de 2012 eu tinha começado a sentir o chakra coronário o tempo todo, e ainda em outubro eu comecei a ver auras e campos de energia.

Happened to me at the time I said above, it was at night. I lay in bed, about 23h, and then I felt a lot of pressure on the third eye and a lot of energy entering through the crown chakra at the top of the head. In October 2012 I had started to feel the crown chakra all the time, and also in October I started seeing auras and energy fields.

Atualmente, Sonia bloqueia minha visão de aura, porque, de acordo com Ela, as auras me influenciariam muito neste mundo, por isso não é bom para mim ficar vendo-as.

Currently, Sonia blocks my aura vision, because, according to Her, auras influence me a lot in this world, so it’s not good for me to be seeing them.

Voltando ao Samadhi, enquanto sentia toda aquela energia nos chakras da cabeça, pensei que fosse desencarnar, e naquele momento eu ainda queria ficar mais tempo neste mundo. Não tinha as compreensões que tenho hoje, mas não tinha medo de fazer a transição… Isso eu já havia perdido. Querer ficar mais tempo e ter medo do desencarne são coisas diferentes.

Returning to Samadhi, feeling all that energy in the chakras of the head, I thought it was disembodied, and at that time I still wanted to stay longer in this world. I did not have the insights I have today, but had no fear of do the transition… that I had lost. Want to stay longer and be afraid of disincarnate are different things.

Hoje eu posso dizer que iria assim que possível, porque sinto que é o que devo fazer. A “morte” é meramente uma passagem, uma mudança de plano… ninguém morre, todos somos imortais como espíritos. Somos seres de luz eternos, apenas experimentando esta terceira densidade para aprender ao máximo as nossas lições.

Today I can say that would as soon as possible, because I feel that is what I do. “Death” is merely a passage, a change of plan … nobody dies, we are all immortal as spirits. We are eternal beings of light, just experiencing this third density to learn the most of our lessons.

Traduzam estas páginas:

http://www.tantra-kundalini.com/sahasrara.htm

http://kundalinicare.com/?page_id=161

Citação do segundo link:

Omega (Liberation, Turiya, Moksha)

Eventually, the advanced practitioner resides in Oneness experience at all times. This is called Moksha, Liberation, Turiya, Nirvikalpa samadhi, or the eternal union of the soul with the One. We refer to this culmination of Plateau experience as Omega. It is the ultimate goal of the spiritual quest and can result in the individual becoming a realized saint, sage, or adept.

Traduzindo (senti que devo fazer isto):

Omega (Liberação, Turiya, Moksha)
Eventualmente, o praticante avançado reside na experiência de Unidade em todos os momentos. Isso é chamado de Moksha, Liberação, Turiya, Nirvikalpa samadhi, ou a união eterna da alma com o Uno. Nós nos referimos a este ponto culminante de experiência como Omega. É o objetivo final da busca espiritual e pode resultar no indivíduo tornando-se um santo, ou adepto.

Jivanmukti (Liberated being)

Many levels of advancement are available to liberated holy ones Jivanmuktis. The realized ones are each unique, and each retains some essence of their own temperament and conditioning. Realized beings might travel to give spiritual guidance, they might stay in one place and teach only those who come to their door, they might live incognito as ordinary people, or they might live as hidden hermits, spending their days in Oneness. Those with a special body of knowledge may be invited by the One to serve humanity as adepts. These are able to maintain some presence on the celestial plane while also merging in Pure Consciousness.

Jivanmukta (Ser liberado)
Muitos níveis de progresso estão disponíveis para os santos liberados Jivanmuktis. Os realizados são únicos, e cada um mantém alguma essência de seu próprio temperamento e condicionamento. Seres realizados podem viajar para dar orientação espiritual, eles podem ficar em um lugar e ensinar apenas aqueles que vêm à sua porta, eles podem viver incógnitos como pessoas comuns, ou eles podem viver como eremitas escondidos, passando os dias na Unidade. Aqueles com um corpo especial de conhecimento podem ser convidados pelo Um para servir a humanidade como adeptos. Estes são capazes de manter alguma presença no plano celestial ao mesmo tempo, enquanto se fundem na Consciência Pura.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s